5 motivos para você recorrer à radiofrequência

Eu sempre fui muito relaxado com cuidados pessoais, cremes, protetor e coisas do tipo. Com um trabalho estressante, muitas noites acordado, viajando e sem preparação, a pele facial foi a primeira coisa que percebi que estava diferente nos últimos anos.

Ouvia falar da radiofrequência como melhor opção para aquele aspecto “cansado” que o rosto fica no final do dia, que te faz aparentar muito mais velho.
Bom, resolvi recorrer a radiofrequência como primeiro tratamento facial e, de cara, logo na terceira sessão senti uma enorme diferença, que foi melhorando ao passar dos meses. Foram um total de 8 sessões de 15 em 15 dias!

Com auxílio da esteticista Ana Prado, do Fios e Formas, eu incluí ao pacote algumas sessões de limpeza de pele – no caso, uma por mês e isso ajudou muito a cuidar de outra questão: OLEOSIDADE. Hoje, com o tratamento já realizado, eu cuido da manutenção da radio – que por acaso é indolor, com apenas uma sessão por mês.

Eu listei 5 motivos que me fazem escolher a radiofrequência como o melhor tratamento para quem já está na casa dos 30 e que uma aparência mais jovial.

– Estimula colágeno, combatendo a flacidez;
– Não é um tratamento agressivo, logo você não altera sua rotina;
– Rejuvenesce
– Combate a oleosidade, diminuindo os cravos, por exemplo;
– É um tratamento acessível (se comparado à outros faciais).